[Resenha] – ‘Durval Discos’ – Filme

durval

Filme: Durval Discos
Diretor: Anna Muylaert
Roteiro: Anna Muylaert
Gênero: Comédia, Drama e Musical
Nacionalidade: Brasil
Ano de Lançamento: 2003
Duração: 96 minutos
Classificação:
Elenco Principal: Etty Fraser, Isabela Guasco e Marisa Orth

Sinopse Oficial: Durval (Ary França) e sua mãe Carmita (Etty Fraser) vivem há muitos anos na mesma casa onde funciona a loja Durval Discos, que já foi muito conhecida no passado mas hoje vive uma fase de decadência devido à decisão de Durval em não vender CDs e se manter fiel aos discos de vinil. Para ajudar sua mãe no trabalho de casa Durval decide contratar uma empregada. O baixo salário acaba atraindo Célia (Letícia Sabatella), uma estranha candidata que chega junto com Kiki (Isabela Guasco), uma pequena garota. Após alguns dias de trabalho Célia simplesmente desaparece, deixando Kiki e um bilhete avisando que voltaria para buscá-la dentro de 3 dias. Durval e Carmita ficam surpresos com tal atitude, mas acabam cuidando da garota. Até que, ao assistir o telejornal, mãe e filho ficam cientes da realidade em torno de Célia e Kiki.

_____________________________________________________________________________________________________

Fazendo um pequeno exercício de Português, resolvi assistir o filme ao qual se tratava o roteiro de cinema que eu estava lendo. Sendo brasileiro e produzido em São Paulo, o filme Durval Discos conta a história de um homem chamado Durval (Jura? Rs) que mora com sua mãe em um pequeno bairro na periferia de São Paulo. Com uma história não muito chamativa o longa consegue atrair o telespectador pelo simples fato de deixar aquele “gostinho de quero mais” que todos nós já conhecemos.

A primeira parte do filme aborda o relacionamento entre Durval e sua querida mãe Carmita, onde ambos vivem juntos e o único sustento da família é a lojinha de LPs. Até aí tudo bem, mas sabe quando a realidade bate na nossa porta? O quarentão dos cabelos grandes e enrolados teve essa experiência, pois ao aparecer um novo cliente, que estava à procura de CD, Durval se recusa a aceitar essa nova realidade. Durval ficou paradão no tempo, sem nenhuma perspectiva de vida e aprimoramento profissional. A cena em que ele explica as “vantagens” do vinil é super divertida e chega a dar pena do pobre coitado. Nós seres humanos somos acomodados, se está tudo bem desse jeito, por qual razão, motivo e/ou circunstância eu irei de mudar? Mas naquele ano a tecnologia estava começando a avançar e Durval sentiu isso na pele.

Marisa Orth e Ary França em cena do filme "Durval Discos", de Anna Muylaert

O filme não tem cenas que forçam a barra, querendo transmitir uma coisa que não é. Foi tudo de uma forma tão natural que ao assisti-lo senti que estava vendo um documentário, ou melhor, que eu estava dentro das cenas, pois casa de vó é o melhor lugar que podemos passar em nossa vida. Quando a pequena garotinha aparece, Kiki, Carmita faz de tudo para agradar a menina, fazendo comidas gostosas, comprando brinquedos e, principalmente, fazendo ciúmes no próprio filho. Algumas cenas foram super engraçadas, com bastante humor negro e a obsessão da idosa em relação a criança chega a ser uma tremenda loucura. 

O mistério por de trás da história foi muito bem abordado, pois não sabíamos exatamente o motivo que levou a empregada contratada pela senhora Carmita a sumir no mundo. Quando finalmente parece que tudo vai se resolver, o final foi espetacular, onde fugiu completamente daquela coisa de “viveram felizes para sempre”. Eu queria que eles fossem felizes, mas eu tive uma nova perspectiva: o legal é imaginar o nosso final,  onde os personagens vão estar, pois ninguém poderá mudar o que a gente escreve e isso é o mais divertido.

Vale a pena assistir! Se você está à procura de muita música do estilo MPB e de ver um cavalo dentro de casa essa é uma boa dica.

Com informações do Adoro Cinema.

Anúncios

2 comentários sobre “[Resenha] – ‘Durval Discos’ – Filme

    • Obrigado Gaby, pela companhia de sempre. Segui o seu conselho e agora estou dando um maior espaço para filmes brasileiros em meu coração. Tenho certeza de que você vai adorar. Beijos! =P

Deixe o seu Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s