15 Razões para você se tornar um verdadeiro Pulseira Vermelha!

logo
Uma das coisas mais difíceis para nós, seriadores de plantão, é conhecer as séries “desconhecidas”, ou melhor, aquelas que nós nunca imaginávamos assistir na vida. Por isso, é sempre bom atualizar a sua lista, não só com os grandes lançamentos da Fall Season, mas também com aquelas atrações fora do eixo EUA-Reino Unido.E, por falar em ampliar horizontes, conversando em um grupo de amigos no Facebook sobre novos seriados (claro, porque já assisto 33 e acho esse número pequeno), me deparei com Polseres Vermelles, que teve a sua estreia em 2011. A série não é muito conhecida aqui no Brasil pelo fato de ser espanhola, mas apresenta uma história magnífica que vale a pena ser explorada. Está afim de ser convencido(a) à assistir? Então vamos lá:albert

15 – É baseada em fatos reais

Polseres Vermelles foi inspirada em um livro chamado O Mundo Amarelo (publicado pela editoraVersus aqui no Brasil), do autor e roteirista (do seriado) Albert Espinosa, no qual ele conta a sua história de vida. Quando ele tinha 13 anos de idade foi diagnosticado com câncer e a partir disso, teve que passar por muitas cirurgias, transformando completamente o seu ser. A lição que ele aprendeu foi que O triste não é morrer, mas sim não viver intensamente. E qual a melhor forma de compartilhar essa experiência com as pessoas? Escrevendo um livro e produzindo uma série televisiva. Genial, não é mesmo?

pv

14 – É uma série médica cujo foco é os pacientes – não os “draminhas” dos médicos

Todo mundo está careca de saber que a maioria dos seriados médicos, atuais e antigos (algum fã de ER e Grey’s Anatomy por aí?), focam os seus dramas nos médicos e nas dificuldades que estes enfrentam todos os dias na prática médica. Só que em Polseres a situação é bem diferente, pois os personagens principais são pacientes. Mas se engana quem pensa que eles passam o dia todo deitados assistindo televisão. Nada disso! Existe até uma escola lá dentro, e a vida deles é mais agitada do que a de muitas pessoas não hospitalizadas.

Red-Band-Society-Fox-poster

13 – O remake americano, Red Band Society

A falta de criatividade de muitos roteiristas e produtores americanos faz com que eles levem adiante muitos remakes e spin-offs. A emissora Fox não foge dessa regra e estreou na última Fall Season a série Red Band Society, que também conta a história de jovens que passam por grandes superações em suas vidas em um hospital. A produção é de Steven Spielberg (Under the Dome), e a série teve um piloto espetacular (Confira aqui as nossas Primeiras Impressões), apesar das diferenças entre as duas produções. Contudo, nem o apelo pelo câncer ou o fato dos personagens serem tão jovens foram suficientes para que a série tivesse uma boa audiência. O público não aceitou muito bem a nova produção e hoje em dia, o seriado corre um grande risco de cancelamento, e nem mesmo todos os 13 episódios encomendados foram exibidos.

grupo

12 – Os Pulseiras Vermelhas

Apesar das dificuldades diárias que os personagens sofrem neste ambiente de muitas cirurgias e exames, eles nunca estão só, pois existem Os Pulseiras Vermelhas, o grupo de amigos do Hospital Miramar. Esse nome foi dado pelo personagem Lléo (Àlex Monner), após a chegada de Jordi (Igor Szpakowski), que recebeu de seu novo amigo, a sua primeira pulseira vermelha antes da cirurgia, mostrando que a amizade é mais forte que tudo. A partir desse fato, os dois vão à caça de mais quatro jovens para comporem o grupo, onde cada um vai ter a sua pulseira, pois como diz o ditado: A união faz a força!

lleo

11 – Lléo, o líder da gang

Com apenas 15 anos de idade, Lléo (Àlex Monner) já teve a sua perna amputada e luta diariamente pela cura de um câncer. Como é o mais velho do hospital acabou se nomeando o líder do grupo, que tem uma personalidade forte e cativante, chamando a atenção de todos os médicos e enfermeiros que trabalham no hospital. Passa muito tempo de seu dia andando com a sua cadeira de rodas.

jordi

10 – Jordi, a Mão do Rei

O jovem garoto (interpretado por Igor Szpakowski) de 10 anos se assustado com a grave notícia de que tem câncer de tíbia (tipo de câncer ósseo). Ele também tem uma das pernas amputadas e encontra na mãe sua maior apoiadora. Como o garoto divide o quarto com Lléo, eles viram grandes amigos.

ignasi

9 – Ignasi, o (pseudo) arrogante

Ele estava apenas jogando futebol na escola e após um pequeno desentendimento com um colega, Ignasi (Mikel Iglesias) desmaia e é levado às pressas ao hospital. Causa? Teve um ataque cardíaco. Com apenas 13 anos. No começo ele não quer se relacionar com ninguém, sendo um menino extremamente metido, mas no fim acaba se rendendo aos Pulseiras.

toni

8 – Toni, o cérebro da operação

Toni (Marc Balaguer), de 15 anos, é um garoto muitíssimo inteligente que chega ao Hospital Miramar para ajudar seus futuros amigos. Após sofrer um grave acidente de moto, ele tem 12 osso de seu corpo quebrados e tem que passar por uma séria reabilitação. Ele também possui uma doença chamada Síndrome de Asperger, bastante parecida com o Autismo, uma das causas dessa inteligência toda.

roc

7 – Roc, a cola do grupo

Esse pode ser considerado o mais fofo e simpático personagem (interpretado por Nil Cardoner) de toda a história. Logo no piloto conhecemos esse garotinho que narra todos os acontecimentos daquele lugar. Apesar de estar em coma ele se comunica com todos os seus amigos (não irei contar como, pois é muito divertido) de uma forma diferente. Divide o quarto com Ignasi e sua mãe, com todo amor e carinho, se veste de palhaço para não deixar morrer a última esperança que brota no pequeno garoto.

cristina

6 – Cristina, a Luluzinha

Por fim, lhes apresento Cristina (Joana Vilapuig), uma menina com uma personalidade bastante complicada. Ela foi diagnosticada com anorexia e é um sufoco para a sua irmã faze-la comer até mesmo uma pequena fruta. É a única menina do grupo, sendo bastante esperta em muitas situações e também está a bastante tempo no hospital.

pol

5 – Aprender um pouco de catalão

Não é à toa que Polseres Vermelles se torna única e apaixonante, pois os seus diálogos são extremamente naturais e divertidos. O sotaque catalão é bem engraçado e gostoso de se ouvir. Tenho certeza de que depois de começar a assistir você vai correr as pressas para um cursinho de línguas e começar a estudar o idioma.

day

4 – Shippar – até mesmo triângulo amoroso

Está aí uma coisa que todo seriador, mesmo que não dê o braço a torcer, adora ver: uma boa trama romântica enrolada. Não é atoa que já fizemos um especial sobre isso, e quem disse que não se podes namorar em hospitais? A enrolação toda começa quando Cristina desperta alguns sentimentos em Jordi e Lléo, que já está no pedaço a mais tempo, fica enciumado. Mas afinal, quem vence essa disputa pelo coração da jovem? Será que vai rolar um triângulo amoroso? Só assistindo para descobrir!

3 – A belíssima trilha sonora

Não adianta ter bons atores ou um ótimo roteiro se a música não combina com todo os detalhes para se chegar a cena perfeita. Uma das características fortes da série é a sua trilha sonora, com música inspiradoras, para cantar entre amigos e até mesmo debaixo do chuveiro. O vídeo acima é de uma das músicas de maior sucesso, do cantor Lluís Cartes, intitulada Eu Teu Tresor. Qualquer emoção envolvida é somente uma mera coincidência ao ouvir essa canção, pois o pop rock catalão é super agradável.

2 – A série está disponível no YouTube – e legendada!

Se poder assistir ao seu seriado predileto online e legendado já é difícil em vários sites, imagina no YouTube? Mas, o canal Adelan TV disponibilizou a série e atualmente está colocando no ar a segunda temporada da série. É um canal super organizado que responde as dúvidas das pessoas nos comentários. Não precisa ter dor de cabeça com downloads demorados nem nada. Porque continua aí esperando? Corre e começa 2015 em grande estilo – antes que saia do ar!

Polseres

1 – A terceira temporada está confirmada

Essa notícia é ótima para todos os Pulseiras Vermelhas de plantão, assim como eu. Mas, infelizmente, esse nova temporada vai demorar para estrear, pois os produtores querem mostrar o crescimentos dos personagens na vida adulta. Teremos que esperar até mesmo quatro anos, para que esses jovens atores perderem as carinhas de crianças que ainda possuem. Que tal, enquanto aguardamos os nossos queridos personagens crescerem, assistirmos a série?

Bem, espero que tenham gostado da minha dica! Polseres Vermelles é cativante, com um roteiro sincero, e poderá aflorar a sua sensibilidade. Ah, e descubram o surpreendente Mundo Amarelo de Albert Espinosa.

P.S. 1: Gostaria de agradecer imensamente a minha amiga querida Rosangela Souza, que me indicou a série. Me apaixonei de vista e não vou largar nunca mais!

P.S. 2: Se você se interessou pela trilha sonora e deseja ouvir os 39 sucessos que embalam a primeira temporada é só clicar aqui para baixar e ouvir!

 Texto originalmente publicado no TeleSéries.

Anúncios

Deixe o seu Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s